1984-livro-george-orwell
Análise Livro: 1984 - George Orwell

O livro ‘1984′ foi escrito por George Orwell no ano de 1949, se tornando um grande clássico da Literatura. Trata -se de um livro distópico – uma certa visão aterrorizante da sociedade. Sentido oposto da utopia – sonho com um mundo ideal. O gênero distópico vem sendo reproduzido ao longo dos anos e por diversos autores; para salientar temas como: ditadura, opressão, diferenças sociais e o controle da mente de uma sociedade pobre de conhecimento.

Depois de sentir na pele os efeitos da guerra, Orwell resolveu então, retratar esse quadro sombrio em suas obras. 1984, estampa uma sociedade totalitária que manipula seus cidadãos por meio de propagandas, convertendo verdades em mentiras em prol do poder político. Winston Smith – protagonista do romance, é funcionário do Departamento de Documentação do Ministério da Verdade, um dos quatro ministérios que governam a Oceânia, sua função é falsificar registros históricos, a fim de moldar o passado à luz dos interesses do presente tirânico. A Oceânia é um dos três Estados transcontinentais que restaram após uma guerra nuclear a nível mundial. 

Cartazes enchem as paredes com a imagem do rosto de um homem por volta de seus 45 anos, com feições rudes e desagradáveis. Logo abaixo o letreiro diz: O GRANDE IRMÃO ESTÁ DE OLHO EM VOCÊ. Nada existe além da verdade, na qual o partido sempre tem razão. Uma rede de telas de televisão, câmeras e microfones estão espalhados por todos os lugares, espionado cada passo, cada palavra dos cidadãos. Um mundo apavorante, violento e dominador. ” No fim o partido haveria de anunciar que dois  mais dois são cinco, e você seria obrigado a acreditar”. 

Winston Smith é um homem comum e herói do romance, não havendo nada de especial nele. O que sugere que qualquer pessoa, em um ato de subversão, poderia revolucionar a sociedade e o caminho estaria então, aberto para uma revolução, assumindo postura a favor da verdade. Sendo a questão primordial da obra:  O risco que se corre ao permitir que, aqueles que nos governam tenham o controle excessivo sobre tudo. Nos dias de hoje em um mundo globalizado e vigilância massiva, o legado de Orwell ecoa mais do que nunca. Redes sociais, reality(s) e afins, só tendem a confirmar que a maiorias das pessoas não suportam estarem no anonimato.

 

“Quem controla o passado controla o futuro; quem controla o presente controla o passado”.

 

2823750 O GRANDE IRMÃO ESTÁ DE OLHO EM VOCÊ | ARTIGO LITERÁRIO

Livro 1984 | Autor George Orwell | Nº de Páginas: 416